segunda-feira, 20 de fevereiro de 2006

Names de portuguese empresas


Ia hoje para Braga quando dou por mim a "mirar" um placard de publicidade.
Nada de anormal, portanto.

Só que naquele placard em especial qualquer coisa me ficou retida na cabeça, mesmo após o instante de passagem.
A empresa anunciada (gestão de condomínios) tinha um nome internacional, estrangeirado.
Até aqui nada de novo, pois, sabemos que as técnicas de marketing estão hoje muito evoluídas.
E digo nada de anormal porque imagino uma empresa dedicada não só ao mercado nacional mas, também e especialmente, ao mercado estrangeiro.

Agora, porque raio é que empresas que nem sequer saem da terriola onde existem tem nome estrangeiro? É fino? É chique?
Um café exporta-se? Uma loja de roupa exporta-se? Um stand (malditos estrangeirismos) de carros exporta-se? Todos têm interesses no estrangeiro? Ou é só para os emigrantes que apenas passam cá cerca de um mês, sendo, na sua maioria, franceses?

Essa é que não entendo…

9 comentários:

Maria Pedro disse...

É isso tudo, caro amigo! Além disso, o Norte é o Norte...

Humor Negro disse...

Como homem do Norte, gostaria de ter a sua opinião quanto a um assunto premente. Passe lá pela tasca.
Abraço.

Ana disse...

É porque é fino!! Deve ser!!!

moonj_Rita disse...

É como diz a Ana!

Periférico disse...

É "fashion"!;-)

Um abraço

Sara MM disse...

nem fino nem chique.... é que vale tudo para tentar enganar o próximo "cliente"!!

BJs

Freddy disse...

Que tal abrir uma agéncia funerária chamada "C U in Heaven"?

kiko disse...

Estilo "French Fries do Zé das Pipocas"! :D abraço

noasfalto disse...

freddy e quiosk: Se um dia montar uma empresa quero a vossa opinião para o nome! :)