terça-feira, 25 de agosto de 2009

Caminho de Santiago de Compostela - Troço Balugães a Valença - Parte 3


Reconheço que este troço é durinho para as bicicletas. Mas é dos mais bonitos....


Pelo caminho fui encontrando vários peregrinos (portugueses e estrangeiros), com a simpatia típica de que anda nestas coisas. Vale a pena, acreditem.

E, finalmente, chegamos ao topo. E como o que sobe desce, toca a descer.





















Já perto de Rubiães encontrei um grupo simpático de btt



















E, junto ao albergue de Rubiães, os Km já atingiam a meia centena


















Aqui vê-se parte do albergue (albergue S. Pedro de Rubiães) e os marcos (quem diria que são imitação dos marcos miliários romanos????. Até pensei que eram os originais.)






















Seguidamente , depois de passar na igreja românica de Rubiães (na E.N.201), tomamos a direcção de Peorada. Siga de novo para o meio dos campos. Pelo caminho passamos a ponte românica de Rubiães. O caminho mistura-se com a Via Romana.

















passando por Pecene (através do chamado Couto das Cabras)

















Até que surge S. Pedro da Torre e começamos a pensar em Valença.

















Mas ainda há muito caminho a percorrer...




3 comentários:

Solange disse...

Olá!
esse Caminho é muito lindo e sua gente muito hospitaleira! Fiz o Caminho Português de 5 a 24 de junho último e vou repetir em breve.
Sua cidade - Viana do Castelo - é muito linda! Fiquei 1 dia por lá e gostei demais!
Solange - desde o Brasil!
(e-mail: sosimoes1@gmail.com)

noasfalto disse...

Olá,

Espero que corra bem a tua caminhada e que seja para breve. Há sempre coisas novas para descobrir pelo caminho.

Para conhecer melhor Viana tens é que passar cá mais uns dias...só um não chega.

Carlos Romao disse...

Isso é que é pedalar...