terça-feira, 5 de março de 2013

É a Cultura Estúpido


Fiquei parvo quando cheguei à porta de entrada para o Palácio da Pena, reconheço-o. Também ninguém manda ser estúpido...os preços estão no site do extinto IPPAR.


11€/pessoa? 11€ para poder visitar um Palácio Nacional? Bem que vimos o Palácio por fora, incluíndo os seus jardins, por uns míseros 7,50€ cada...


Mas se fosse só isto não tinha perigo. Depois de pagar para ir ver os jardins e o Palácio (por fora), entramos no recinto munidos do mapa. Ora, o mapa, feito à escala que convém a alguém, apresenta uns jardins enormes, com uma dimensão assustadora. Daí não estranharmos a existência, logo à entrada, de um pequeno autocarro disfarçado de comboio. Tal como os restantes turistas, com o mapa na mão, encaminhamo-nos para o autocarrozito e esperamos indicações. Espera que espera lembro-me de ver o que dizia a folha A4 colada no vidro do bicho...e, mais uma vez, sinto alguém a meter a mão no meu bolso: 2€ cada pessoa, para cada lado!! Ainda me ri ao ver alguns turistas a tentarem perceber o que o motorista lhes tentava explicar: primeiro pagam e depois é que arrancamos.


Ora, como um casal de tugas indignados já se tinha posto ao caminho a butes, decidimo-nos aguentar a chuva e seguir esse corajoso casal. Bora lá a pé e depressinha que, de acordo com o mapa, temos muito para andar.


Mas, meus amigos, o mapa deve ter sido desenhado em cima do joelho de alguém. 5 minutinhos a pé e eis que estamos no Palácio. Estranho...tal como foi estranho percorrer os jardins num espaço de tempo muito inferior ao que inicialmente previamos (tendo em conta o bendito mapa).


Concluindo: eu sei que não deve ser barato manter o Palácio e os jardins. Também aprendi que o "sistema" não brinca e que o facto de estar 10 minutos na fila à espera para comprar bilhete (ao ver os preços até os turistas hesitavam e ficavam para ali a empatar a fila) não serve de desculpa para tentar que a "happy-hour" terminasse às 11:05h em vez das 11:00h (na happy-hour o custo da visita baixava para uns estrondosos 9€).


Para o Palácio Nacional de Sintra já só é preciso pagar 4€/pessoa. E aqui já vimos muita mais gente a entrar.


Uma outra nota positiva vai para Óbidos. Nada a opor ao facto de os carros não poderem ir para o interior da vila. Ficam cá fora, e muito bem. Mas a 0.60€ à hora. Porra...no Porto, que é o Porto, este dinheiro dá para 2 horas.


É impressão minha ou a Cultura também anda a gasolina?

1 comentário:

Manohar singh Jodhpur disse...

One more new write-up with powerful points, I’ve been a lurker below for any brief time but wish to become a great deal much more engaged inside long term. Wedding sarees