sexta-feira, 26 de agosto de 2005

Afinal de quem é a culpa?

Assistimos incrédulos a mais um aumento nos preços dos combustíveis.

Os noticiário revelam que o gasóleo ultrapassou a "barreira psicológica" de 1 euro/litro. Barreira psicológica??? Querem dizer que a partir de agora os aumentos não serão relevantes porque a barreira psicológica foi ultrapassada?

Intrigado com a causa dos aumentos resolvi prestar mais atenção ao que se tem passado.

Começei a ler as informações que nos "põe à mesa" os media e qual o meu espanto ao saber o porquê deste último aumento... Ora o preço do barril de petróleo subiu porque os mercados financeiros "temeram" os efeitos de um possível furacão nas captações de petróleo. Toma lá que é para aprenderes!!!

Imaginem o quadro:

Bolsa de Nova Iorque:

10:00h da manhã (locais) (preço do barril 50 dólares) - Um engravatado, armado em corrector financeiro, dá um grito ao ler o boletim metreológico. Os seus óculos armani vão pelos ares ao mesmo tempo que este começa a correr pelo meio dos colegas aos gritos:

- As captações vão ser afectadas por um furacão!!!!

10:05h (preço do barril 54 dólares após alvoroço dos chineses): Papéis pelos ares, gajos aos gritos por todos os lados com os braços levantados como que a pedir ajuda divina, telemóveis no ar, confusão geral.

10:06h (Entretanto na Bolsa de Londres) - Um british recebe um telefonema, dizendo depois aos outros : "God save the Queen!! and Lady Di! We are out of gás!

10:08h (Novamente em Nova Iorque com o barril ao 62 dólares): Já não se vê ninguem, só papéis e telemóveis no ar

Compra! Compra! Compra!

Chineses - Eu complo, eu complo, eu complo!!!

Portugueses com uma placa a dizer "Eu troco a minha casa e a minha mulher por petróleo. Podem ficar com o tractor também"

Londre, 10:10h: Tony Blair e Durão Barroso adoptam um plano especial de emergência. Todos os Europeus andarão a pé.

Conseguem abrandar a escalada do preço, que entretanto situava-se nos 62 dólares/barril

NY, 10:15h (preço barril a 68 dólares): Todos gritam "Quem me empresta 10 dólares?"

Entretanto da OPEP sai um telefonema a encomendar mais 80 mercedes topo de gama, 22 ilhas no pacífico e, também, uma requisição à melhor casa de putas da cidade "A partir deste momento não atendem mais ninguém. Vamos a caminho".

Atingido o pico no preço do petróleo, com toda a gente hipotecada, a coisa aguenta-se pelos 68 dólares.

CNN, Sky News, Sic Radical e outros em directo na bolsa, muito atrapalhados, a entrevistar a mulher das limpezas. "Como se sente?" é a questão mais ouvida.

Londres, 10:20h:

Os autocarros param. Televisões em directo, parabólicas na rua e muita polícia gritando "Tá a circular, tá a circular". Ingleses resmungam baixinho, árabes com mochilas às costas a sair dos autocarros e a correr pro meio da multidão.

preço barril: 60 dólares.

NY, 10:25h:

Os gajos da OPEP na casa de tias, no meio de um grande bacanal:

- Então, achas que tá na altura de lhes dizer que fomos nós que compramos os gajos do boletim metereológico?

-Hum... A esta hora já devem estar falidos... É melhor ligar senão os combustíveis sobem muito e começa tudo a andar a pé.

-É. Entretanto, enquanto baixa/não baixa, já temos dinheiro para comprar as explorações de petróleo todas....

-Sim, Sim.Mudando de assunto a tua mexe-se bem? a minha pareçe uma gazela...

__________________________________________________________

Pois é. É a barreira psicológica.

7 comentários:

Miguel de Terceleiros disse...

Brutal!!!
Estás no caminho certo, cenograficamente está brilhante, mas gostava de saber se estudaste bem os fusos horários!

noasfalto disse...

Terceleiros: Bem, para ser sincero, sei que faltou a coordenação temporal. Foi um pouco à pressa e esqueci-me de referir que a hora em Londres se reportava à do fuso de NY.
Obrigado pela crítica construtiva.
Abração

kiko disse...

O mundo, em 25 minutos! Assim se faz uma batelada de dinheiro... e que dizer da casa da luz vermelha!? Simplesmente genial! Abraço

Humor Negro disse...

ahahahahahahahahahah gostei da mudança de assunto.
se se mexe que nem uma gazela, guarda-a. nos dias que correm isso é uma precisosidade.
Excelente texto.

noasfalto disse...

Quiosk: Obrigado pelo elogio.
A ver se o substral continua a fazer efeito.

noasfalto disse...

Humor: Estou sem palavras.

moonj_Rita disse...

lole