quarta-feira, 17 de agosto de 2005

Onde Param?


Sem querer surgiu-me na mona um pensamento. Onde param estes sujeitos adoráveis que nos ajudariam a manter os pratos sem tantos riscos?

7 comentários:

Humor Negro disse...

Onde eu nasci estes rapazes apareciam antes dos ventos de sueste. Quando se ouvia o pífaro sabíamos que vinha suestada, que a água ia ficar quente e agitada, boa para o surf.
Acho que o buraco de ozono e as alterações climatéricas lhes deram cabo do negócio. Um Abraço.

Miguel de Terceleiros disse...

No porto ainda se ouve a flauta de pan de vez em quando...

Humor Negro disse...

Podemos sempre romanticamente imaginar que se transformaram em faunos de pífaro em riste e que se embrenharam nas florestas à procura de ninfas para afiar... uma coisa é certa: nunca mais sairam das florestas. ;-)

noasfalto disse...

então, se andam em Portugal, estão a afiar as agulhetas dos bombeiros!!!lol

amie disse...

é, de vez em quando também ouço...só não sei porque é que é sempre em dias de nevoeiro!

noasfalto disse...

Aquilo dos bombeiros não tem piada nenhuma mas pronto...

Miguel de Terceleiros disse...

Humor: não me dês ideias... Já sabes o resultado que d´hi pode advir!