quinta-feira, 29 de dezembro de 2005

Sinceramente não entendo...

Os telejornais de hoje falavam todos do mesmo! Aumentos. Do pão, dos combustíveis, do preço da luz, do gás, água, dos cães e gatos.
Pelos vistos anda tudo aflito porque o governo só pode (e só quer) dar um aumento de 1,5%.

Não se queixem, eu espero por aumento há 2 anos. E mesmo aplicando o 1,5% ao meu actual salário não ficava rico.

Contudo o problema agrava-se com a inflação. Esta será de 2,3%, em média. Ou seja o poder de compra reduz na exacta medida da diferença entre estes 2 valores.

Mas nem tudo está perdido. Até porque soluções para contornar este pequeno problema existem aos magotes, basta escolherem. Não acreditam?

Basta que pensem um pouco. Eu já sei o que vou fazer, e posso revelar o segredo.

Vou passar a fazer de conta que trabalho (2,3-1,5)%xN.º horas de trabalho diárias! Ou seja 0.8x8h diárias (3 minutos e oitenta e quatro segundos diário=19.2 minutos semanais), as quais poderei usar em proveito próprio (ainda não sei bem qual...)Assim não perco dinheiro a desperdiçar o meu intelecto para o patrão (que não me aumenta).

Uma nota positiva também para o sector privado que quer utilizar a mesma taxa de aumento imposta pelo governo para a função pública. No tempo das vacas gordas nada como aumentos baixos e salários minimos. Agora, como mesmo com salários baixos, o $ não chega prós luxos dos patrões, aproveita-se a boleia do Governo.

Hoje vou rezar para que o Sócrates aumente esta taxa para 8%, só para depois ver a conversa deles....

Por estas e por outras acho que as despedidas de 2005 vão ser em grande!

5 comentários:

Maria Pedro disse...

Sim, senhor! É por estas e por outras que nós somos os trabalhdores com menor rendibilidade na CE...

izzolda disse...

Eu ficava contente se me diminuíssem o horário de trabalho. Já que não me aumentam, aumentavam-me o tempo livre bem longe aqui do escritório :)

Ana disse...

Olha... aumentar o ordenado era do melhor..
Isto está bonito, está está!!

Aproveito para desejar um bom ano!!!
Beijinhos

Sara MM disse...

Pois eu qd ouvi essas noticias parecia que sabia de cor tudo o que iam dizer.... já são 2, 3, 4 , 5, seilá! anos a dramatizarem no mesmo!
E eu, que me importa, se o meu aumento é sempre 0 e nem se fala nisso (bolsiera!)?!?!
:o| pelo menos nao gasto neurónios nesse suspense!

BJs

Miguel de Terceleiros disse...

Está tudo fodido!