sexta-feira, 20 de outubro de 2006

É igual para todos!


Numa iniciativa inédita em Portugal o governo de José Socrates decidiu autorizar a divulgação da divida do Estado. Para tal já disse ao Ministro da Economia "Ó Pinho, tira-me a conta das nossas dívidas! E põe isso bonito que é para divulgar junto do povo".

O que Sócrates não esperava era pela reacção do secretário de Estado Adjunto da Indústria e da Inovação, António Castro Guerra. Este, após ter conhecimento pessoal da declaração de Sócrates veio prá praça pública afirmar que "São os governantes que devem este dinheiro. Não é mais ninguém" e "Este défice tem de ser pago por quem o gerou".

Desconfia-se que os governantes, incluíndo Sócrates e Cavaco Silva:
1- percam todas as regalias a que tinham direito;
2 - vejam o ordenado reduzido em 50% (para estabilizar o déficite);
3 - começem a pagar portagens nas scuts;
4 - paguem do próprio bolso o combustível;
5 - sejam deslocados para o Porto (com residência a pagar pelos próprios, bem como os transportes para Lisboa);

Segundo informações não confirmadas, o governo de Sócrates está, neste momento, reunido para discussão das últimas decisões tomadas pelo mesmo.

8 comentários:

Haddock disse...

Dava-nos jeito um impeachment, ò lá se dava!

Joana Pandora disse...

Como é possível?

Miguel de Terceleiros disse...

Sim, como é possível?

Ana disse...

e eu pergunto ainda... como é possivel??

Haddock disse...

Ligo mais tarde...

Haddock disse...

Ao menos arranja outro voice mail ...

Haddock disse...

Tá visto, já não moras aqui!

Periférico disse...

infelizmente de cima só costumam vir maus exemplos!

um abraço